Associação Brasileira de Horticultura | Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



ANÁLISE DO CRESCIMENTO DA CULTIVAR DE BATATA AGATA.
Autor: Paulo César Tavares de Melo¹; Newton do Prado Granja²; Hilario da Silva Miranda Filho²; Armando Cesar Sugawara¹; Ricardo Ferraz de Oliveira. ¹USP-ESALQ, Departamento de Produção Vegetal, CP 09, 13418-900, Piracicaba, SP; ²IAC-APTA, Centro de Horticultura, CP 28, 13100-970, Campinas, SP,
Tipo: Trabalho
RESUMO
Determinou-se em condições de campo alguns componentes de produção da cv. Agata. Foram avaliados, em cinco datas de amostragem, o número e o comprimento das hastes, número de folhas, índice de área foliar, bem como o número e os pesos fresco e seco dos tubérculos por classe de tamanho, além do peso seco das ramas. Confirmou-se a descrição de ‘Agata’ como cultivar de porte baixo, de boa arquitetura foliar, precoce de vegetação, e que determina rapidamente o número, a uniformidade e a alta produtividade de tubérculos produzidos.

   Veja o resumo expandido

Download do arquivo olfg4161C.pdf
   Download


Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.