Associação Brasileira de Horticultura | Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



PRODUÇÃO DE MUDAS DE PEPINO E REPOLHO EM SUBSTRATO À BASE DE VERMICOMPOSTO.
Autor: Laysa Custódio Duarte1; José Magno Queiroz Luz1; Silése Teobaldo Martins1; Kênia Almeida Diniz1 1Universidade Federal de Uberlândia – Instituto de Ciências Agrárias – C.P. 593, 38400-738, Uberlândia – MG.
Tipo: Trabalho
RESUMO
Avaliou-se o efeito do substrato comercial PLANTMAX e de substratos a base de vermicomposto (húmus, húmus + vermiculita com 10%, 20%, 30%, 40%) na produção de mudas de pepino cv AG (caipira) e Nikkey e repolho cv Sekai. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado com 4 repetições. O ensaio foi conduzido em casa de vegetação da Universidade Federal de Uberlândia. As características avaliadas de cada cultivar foram: porcentagem de germinação, o número de folhas definitivas, altura de mudas, os pesos da matéria fresca e seca das raízes e da parte aérea. Observou-se que não ocorreu diferença entre os tratamentos para a germinação das sementes de repolho. Já para as duas cultivares de pepino o PLANTMAX® apresentou os melhores resultados. O PLANTMAX® apresentou os melhores resultados para ambas as culturas nas demais características avaliadas. No entanto os substratos húmus + 20% e 40% de vermiculita foram semelhantes ao substrato comercial PLANTMAX® .

   Veja o resumo expandido

Download do arquivo olfg4165C.pdf
   Download


Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.