Associação Brasileira de Horticultura | Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



INFLUÊNCIA DO HÁBITO DE CRESCIMENTO DA CULTIVAR E DO NÚMERO DE HASTES NA PRODUTIVIDADE DE TOMATEIRO CULTIVADO EM SISTEMA ORGÂNICO.
Autor: Marco Antonio de Almeida Leal1; Maria Luiza de Araújo1. 1PESAGRO RIO. EEI. Rod. Rio–São Paulo, km 47. CEP: 23.851-970, Seropédica-RJ.
Tipo: Trabalho
Visando aumentar a produtividade do tomateiro cultivado em sistema orgânico, sob ambiente protegido, montou-se um experimento em esquema fatorial 2 x 2, sendo o primeiro fator cultivares com diferentes hábitos de crescimento: cultivar Pesagro Linha B – crescimento determinado e cultivar Santa Clara – crescimento indeterminado; e o segundo fator o número de hastes por planta: 1 haste e 2 hastes. A cultivar Santa Clara obteve maior produção total por planta e maior produção de frutos Extras (maiores que 100 g) por planta. A cultivar Pesagro Linha B obteve maior massa fresca média dos frutos. A condução com duas hastes promoveu maior produção total por planta e maior produção de frutos Extras por planta.

   Veja o resumo expandido

Download do arquivo 44_710.pdf
   Download


Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.