Associação Brasileira de Horticultura | Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



CURVA DE PRODUÇÃO DE MANDIOQUINHA-SALSA SOB MANEJO ORGÂNICO EM UNIDADE PRODUTIVA DO DISTRITO FEDERAL.
Autor: Nuno R. Madeira1; Francisco V. Resende1; Dejoel B. Lima1; Hugo C. Grillo1. 1 Embrapa Hortaliças, C.P. 218, 70359-970, Brasília, DF. Tel: (61) 385-9000.
Tipo: Trabalho
Foi montado experimento em unidade produtiva em Planaltina, Distrito Federal com o objetivo de avaliar a curva de produção da cv. Amarela de Senador Amaral sob manejo orgânico em comparação à cv. tradicional Amarela Comum, efetuando-se três colheitas (220, 250 e 280 dias após o transplantio - dat). O ciclo cultural da cv Amarela de Senador Amaral foi prolongado pelo manejo orgânico, o que se verifica pela baixa produtividade na primeira colheita aos 220 dat. Entre as cultivares, não foram verificadas diferenças significativas para peso médio de raízes. Para produtividade, somente na terceira colheita (aos 280 dat), a cv Amarela de Senador Amaral foi superior quanto a raízes da classe Extra A e produtividade comercial, atingindo 11,3 t.ha-1 contra 9,0 t.ha-1 da cv. Amarela Comum.

   Veja o resumo expandido

Download do arquivo 44_712.pdf
   Download


Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.