Associação Brasileira de Horticultura | Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



EFEITO DA SACAROSE NA GERMINAÇÃO IN VITRO DE EMBRIÕES DE UNHA-DE-GATO.
Autor: Rita de Cássia A. Pereira1, 2; José E. B. P. Pinto1. Fabiano G. Silva³, João Alencar de Sousa2, Suzan K. V. Bertollucci1. 1UFLA/DAG- Laboratório de Cultura de Tecidos e Plantas Medicinais. Lavras – MG. 37200-000. 2EMBRAPA/ACRE. 3CEFET – Laboratório de Cultura de Tecidos Vegetais. Rio Verde – GO. 75900-000.
Tipo: Trabalho
Na Amazônia existe uma diversidade vegetal, onde se encontram muitas plantas com propriedades medicinais, e durante milênios sendo utilizada pelas comunidades nativas. Uma dessas plantas é a unha de gato (Uncaria guianensis (Aulb) Gmel) a qual se atribuem segundo estudos químicos, biológicos e farmacológicos, efeitos imunoestimulantes, antiinflamatórios e inibidores de crescimento de células cancerígenas. Este trabalho objetiva avaliar a melhor concentração de MS na presença e/ou ausência de sacarose na germinação de embriões de unha de gato. O delineamento experimental foi o inteiramente ao acaso com quatro tratamentos e duas concentrações de MS (MS completo e 1/4MS) suplementados ou não com sacarose (0,0; 15g L-1) com cinco repetições. O teste de Tuckey ao nível de 5% foi utilizado para a comparação das médias. Houve germinação em todos os tratamentos, porém o maior ganho de comprimento das plântulas foi observado quando se utilizou a concentração ¼ MS na presença de sacarose.

   Veja o resumo expandido

Download do arquivo 44_715.pdf
   Download


Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.