Associação Brasileira de Horticultura | Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



COMPARAÇÃO DA FITOTOXICIDADE DOS EXTRATOS AQUOSOS DE ECHINODORUS MACROPHYLLUS (KUNT) MICH. EM RATAS PRENHES.
Autor: Maria Rita S. Toledo1; Luis Augusto Moreles2*; Maiara Conci2; Adriana M.Olivo2; Talita T.Simplicio2; Débora Valério2; Fagner P. Souza2; Maria do Carmo Vieira3** ;Bazzano T. S. C.4 ;Néstor A. Heredia Z.3**; Silvana de P. Q. Scalon3; Zenaide Vieira de Lima51MS Embriologia, UFMS, 2Acadêmicos de Biologia, UFMS,*Bolsista PIBIC/CNPq; 3Professores UFMS, *Bolsistas de Produtividade Pesquisa CNPq. 4.MS em Bioterismo e Parasitologia, UFMS-CCBS; 5Médica Nefrologista Clínica do Rim, Ponta Porã, MS.
Tipo: Trabalho
Echinodorus macrophyllus (Kunt) Mich., Alismataceae é conhecida popularmente como chapéu-de-couro, congonha-de-bugre, congonha-do-campo, erva-de-bugre, é utilizada na medicina popular para tratamentos de doenças renais, reumatismo, afecções cutâneas e problemas do fígado. Considerando que existem contra indicações do uso desta planta na gestação, o presente trabalho teve como objetivo testar a toxicidade e possível efeito abortivo dos extratos aquosos (a frio) das folhas secas de chapéu-de-couro, em ratas prenhes (Rattus norvegicus da linhagem heterogênica Wistar), durante a pré-implantação do blastocisto até a organogênese e seu possível efeito tóxico nas mães e nos fetos. Quatro ratas prenhez foram tratadas com doses diárias do extrato aquoso a frio das folhas secas de chapéu-de-couro (1 mL rata-1), na concentração 10% e 20% (p.v-1), e inoculados por gavagem, durante o período de pré-implantacão do blastocisto (5º ao 6º dia) até o período da organogênese (7ºao 9º dia). o grupo controle, num total de oito, recebeu água destilada e ração durante o mesmo tempo. no décimo nono dia de prenhez, através da inalação por éter, procedeu-se a histerectomia e laparotomia das ratas para avaliação de parâmetros maternos e fetais. Foram avaliados: o número de fetos, peso, tamanho, número de corpos lúteos (para averiguação de aborto ou prenhês), peso do ovário, útero, placenta, fígado, rim e das ratas mães pós-sacrifício. nos extratos testados.

   Veja o resumo expandido

Download do arquivo 44_717.pdf
   Download


Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.