Associação Brasileira de Horticultura | Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



GERMINAÇÃO IN VITRO DE SEMENTES DE BETERRABA (BETA VULGARIS L.) TRATADAS COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE SACAROSE
Autor: Heder Braun; Paulo Cezar Cavatte; Rithiely da Paschoa Queiroz; José Carlos Lopes; Edilson Romais Schmildt; Maristela Aparecida Dias
Tipo: Trabalho
O objetivo deste trabalho foi avaliar a germinação in vitro de sementes de beterraba tratadas com diferentes concentrações de sacarose. O delineamento foi em blocos casualizados, com cinco repetições de 25 sementes. Os tratamentos foram: sementes pré-embebidas em ácido giberélico (GA3) e sementes pré-embebidas em água destilada por seis horas, mantidas em cinco concentrações de sacarose no meio de cultura (0, 15, 30, 45, 60 g L-1), dando um fatorial 2 x 5. Sementes tratadas com GA3, mantidas no meio com sacarose na concentração de 15 g L-1 evidenciou maior porcentagem de germinação, enquanto maior vigor foi evidenciado nas sementes mantidas nos meios suplementados com 15 e 30 g L-1 de sacarose.

   Veja o resumo expandido

Download do arquivo 45_0570.pdf
   Download


Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.