Associação Brasileira de Horticultura | Domingo, 21 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



ANÁLISE DA VARIABILIDADE GENÉTICA DE DIFERENTES LINHAGENS DE MELÃO UTILIZANDO MARCADORES MOLECULARES
Autor: Sílvia Louzeiro Gontijo; Waldelice Oliveira de Paiva; Jaqueline Ceolin Amorim; Zilneide Pedrosa de Souza Amaral; Valter Rodrigues Oliveira, José Amauri Buso; Gláucia Salles Cortopassi Buso
Tipo: Trabalho
Com o aumento da demanda de melão no mercado internacional, que passou de 1,3 milhões de toneladas em 1997 para cerca de 1,6 milhões em 2002, faz-se necessário o aumento da produção e da qualidade final do produto. Com base na importância econômica do melão, programas de melhoramento genético vêm sendo desenvolvidos para aumentar a eficiência do sistema produtivo. Uma forma eficiente de auxiliar os programas de melhoramento genético de melão é a análise da variabilidade genética de genitores por meio de marcadores moleculares, pois detectam dissimilaridades entre diferentes acessos em nível de DNA. Com este objetivo, 141 linhagens de melão desenvolvidas nos programas de melhoramento genético da Embrapa Agroindústria Tropical e Embrapa Hortaliças foram analisadas por meio de marcadores RAPD visando à indicação do nível de similaridade entre elas. A análise demonstrou haver grande variabilidade genética entre as linhagens, com poucos pares de linhagens apresentando similaridade maior que 90%. Prevê-se que poderá ser obtido número elevado de combinações híbridas a partir das linhagens avaliadas, selecionando-se linhagens com similaridade menor que 85%.

   Veja o resumo expandido

Download do arquivo 45_0574.pdf
   Download


Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.