Associação Brasileira de Horticultura | Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



AVALIAÇÃO DE CARACTERES AGRONÔMICOS DE RAÍZES DE CENOURA (DAUCUS CAROTA L.) EM DIFERENTES SISTEMAS DE MANEJO DO SOLO, EM TANGARÁ DA SERRA - MT
Autor: Fábio Rafael Echer; Laércio Boratto de Paula; Estenio Moreira Alves; Fernanda Bottan Helfenstein; André Manfredo Zaminhan; Gustavo Schiedeck; Roberto Giolo de Almeida; Virgínia Helena de Azevedo
Tipo: Trabalho
O objetivo deste trabalho foi avaliar o comprimento e o diâmetro de raízes de cenoura cv. Brasília, em diferentes sistemas de manejo do solo. O manejo convencional constou de levantamento de canteiros, correção e adubação com fontes solúveis e cultivo das oleráceas em monocultivo. O manejo de base ecológica compreendeu dois tratamentos, um com canteiros e outro sem canteiros, ambos com correção e adubação com fontes minerais de menor solubilidade e adubo orgânico e em policultivo com beterraba, pepino, jiló, couve-flor e rúcula. Verificou-se uma uniformidade no comprimento e no diâmetro basal da cenoura entre os tratamentos, convencional, policultivo com canteiro e policultivo sem canteiro, com valores de 17,89± 2,75; 15,90± 2,73 e 16,13± 3,77 cm e de 4,13± 0,56; 4,28± 0,83 e 4,32± 0,89 cm, respectivamente, sendo que estes valores enquadraram-se nos padrões de consumo do mercado brasileiro.

   Veja o resumo expandido

Download do arquivo 46_0791.pdf
   Download


Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.