Associação Brasileira de Horticultura | Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



EFEITO DO SISTEMA DE CULTIVO SOBRE O POTENCIAL FISIOLÓGICO DE SEMENTES DE REPOLHO
Autor: Monalisa Alves Diniz da Silva; José Magno Queiroz Luz; Carlos Machado dos Santos; Fernando César Juliatti; Vinícius Borges dos Santos
Tipo: Trabalho
No sistema de cultivo orgânico, o ideal é que se use sementes orgânicas, mas em virtude da pouca oferta destas no mercado, os olericultores recorrem as sementes que são produzidas convencionalmente. O objetivo deste trabalho foi averiguar o potencial fisiológico e a sanidade de sementes de repolho produzidas nos sistemas orgânico e convencional. A avaliação do potencial fisiológico das sementes foi efetuada através dos testes de germinação e primeira contagem; número de plântulas anormais e sementes não germinadas ao término do teste de germinação; índice de velocidade de germinação; índice de velocidade de emergência, porcentagem de emergência em casa de vegetação e grau de umidade. A qualidade sanitária foi avaliada pelo teste do papel de filtro. As sementes convencionais de repolho apresentaram um desempenho superior em relação às orgânicas. As sementes de repolho convencional apresentaram uma incidência de 33, 22 e 6% de Alternaria brassicola, Aspergillus e Penicillium, respectivamente, enquanto nas sementes orgânicas não foi verificada a presença de fungos.

   Veja o resumo expandido

Download do arquivo 46_0797.pdf
   Download


Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.