Associação Brasileira de Horticultura | Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



Categoria:
SAÚDE & NUTRIÇÃO » Tempero - Amuleto da Saúde

  
  
Para muitos, para se obter um sabor maravilhoso na comida, o alho não pode faltar, mas saiba que além de incrementar os sabores nos pratos culinários, este condimento contém muitos nutrientes e propriedades muito interessantes para a sua saúde.

Encontrado na forma de raíz, o alho é um condimento utilizado desde a antiguidade como remédio, sendo usado no antigo Egito como componente de vários medicamentos. Seu bulbo, conhecido como “cabeça”, é composto por folhas escamiformes, popularmente chamada por “dentes”.

Hoje em dia, cientistas têm estudado mais a respeito das propriedades funcionais do alho. Através de algumas pesquisas realizadas pode-se verificar que a alicina, substância presente no alho quando o mesmo é esmagado e responsável pelo odor característico, possui propriedades funcionais ao organismo.

Entre os benefícios analisados sobre o alho, podemos citar os seguintes: reduz os níveis de colesterol; promove leve diminuição da pressão arterial, devido a capacidade de dilatar os vasos sanguíneos e ajudar a circulação no sangue; previne resfriados e outras doenças infecciosas, etc.


Estes benefícios do alho podem ser atribuídos devido a sua ação antioxidante que combate os radicais livres, sendo esses responsáveis por prejudicar a estrutura das células.

Em sua composição encontramos alto teor nutritivo, devido a presença de carboidratos, cálcio, fósforo, magnésio, potássio, vitamina C e demais vitaminas e minerais.

A qualidade do alho é determinada pela cor da sua casca, ou seja, quanto mais roxo, mais forte é o alho. Na compra do alho é importante observar que uma cabeça firme indica um alho mais fresco. Quando a cabeça do alho estiver muito macia, significa que o mesmo não está fresco e é melhor não utilizá-lo. Mantenha o alho em lugar seco e não no refrigerador.

Sobre a quantidade de alho a ser consumida para se obter algum benefício à saúde ainda não foi determinada. Algumas pessoas, quando aumentam a quantidade no consumo, desenvolvem azia, gases intestinais e diarréia, por este motivo não é preciso exagerar, consuma uma quantidade moderada.

O hálito característico, considerado desagradável por pessoas que apreciam o alho, pode ser minimizado se for consumido com salsa fresca.

Data de Publicação: 07/08/2007   

Indique para um amigo  Imprimir  Enviar comentário 

Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.