Associação Brasileira de Horticultura | Segunda-feira, 26 de Junho de 2017  
 
 
 
 



Associação Brasileira de Horticultura

Fundada em 1961 Utilidade Pública Federal

A Associação Brasileira de Horticultura (ABH) é uma entidade com reconhecimento de Utilidade Pública pelo Ministério da Justiça, ao qual anualmente presta relatório das atividades realizadas, cumprindo dispositivo legal. Foi fundada em Viçosa, MG, em 1961, com objetivo de congregar todas as pessoas e entidades que têm interesses voltados à Olericultura.

Desde a sua fundação a Associação realizou anualmente os Congressos Nacionais de Olericultura com o objetivo de congregar os profissionais do Ensino, da Pesquisa, da Assistência Técnica, Extensão Rural e Agroindústria. Estudantes e produtores rurais têm participado, além das Entidades que têm a Olericultura como interesse comum. A integração e a parceria são básicas para o desenvolvimento e progresso da Olericultura.

Assim, poderão integrar a ABH pessoas físicas e jurídicas de todos os setores que tenham atividades em Olericultura (Ensino, Pesquisa, Assistência Técnica, Extensão Rural, Comércio, Transporte, Insumos, Máquinas e Equipamentos, etc).

Em torno das olerícolas, estão congregadas as diferentes áreas do conhecimento, distribuídas em grandes grupos como Pesquisa, Ensino, Extensão, Agroindústria e Comercialização. Os trabalhos se distribuem nos campos da Genética, Melhoramento, Fertilidade, Irrigação, Engenharia Genética, Recursos Genéticos, Biotecnologia, Taxonomia, Práticas Culturais, Conservação Pós-Colheita, Valor Nutritivo, Padronização, Processamento Industrial, etc.

PUBLICAÇÕES E EVENTOS

Para registrar sua atuação e manter a comunicação com seus associados e interessados em geral, a ABH mantém as seguintes publicações:

1) Técnico-Científica - Horticultura Brasileira
2) Divulgação - ABH Informa
3) Jornal - Sobre Hortaliças

Além dos congressos nacionais, realizam-se eventos regionais, estaduais e/ou municipais, sempre de maneira a integrar as áreas de interesse e com as parcerias necessárias para as respectivas situações. Em toda a sua história, a ABH sempre contou com apoio das Secretarias Estaduais de Agricultura, Delegacias Federais do MA, bem como órgãos vinculados ao mesmo, tais como EMBRAPA, Entidades Estaduais de Pesquisa e Assistência Técnica dos Estados, Universidades e ainda das municipalidades onde se realizam os eventos. Também as organizações privadas têm prestado efetivo apoio para a viabilização dos eventos de interesse da Olericultura Nacional, Regional ou Municipal.

O apoio pode ser técnico, financeiro, ou na área de serviços, para que se viabilize a cobertura de despesas com profissionais convidados para palestras, painéis, debates, etc. Com essas contribuições, há amplo incremento dos conhecimentos dos participantes dos congressos, seminários, simpósios ou encontros setorizados.

As Universidades têm participado efetivamente dos eventos, oferecendo expressivos suportes.

GRUPOS DE TRABALHO

A Associação tem estimulado a participação dos associados nos Grupos de Trabalho, visando a melhorar as condições de desenvolvimento de setores importantes. Atualmente, são os seguintes os Grupos de Trabalho da ABH: Agricultura Orgânica, Plantas Medicinais e Plasticultura e Proteção de Cultivares. Os Grupos se reúnem, a cada CBO, para traçar diretrizes e metas, que dão suporte às ações dos pesquisadores e subsídios para a ABH.

GRUPOS SETORIAIS

Além dos Grupos de Trabalho, existem também os Grupos Setoriais, que englobam os setores do Ensino, da Pesquisa e da Extensão. Esses Grupos visam a congregar os profissionais de cada área para que juntos possam discutir os entraves e perspectivas da sua atividade principal.

PRÊMIOS

Prêmio "Marcílio Dias"

Prêmio máximo da Associação, denominado "Marcílio de Souza Dias", é concedido a profissionais que efetivamente têm colaborado para o avanço da Olericultura Nacional.

O PRÊMIO MARCÍLIO DE SOUZA DIAS E OS AGRACIADOS

O nome do Professor Marcílio de Souza Dias, ilustre melhorista do Instituto de Genética da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", um dos mais generosos sócios da Associação Brasileira de Horticultura, é o Prêmio maior que a Associação confere aos sócios destacados.

Foram agraciados com o prêmio "Professor Marcílio de Souza Dias":

Sérgio Mário Regina Florianópolis/SC 1979
Flávio Augusto D´Araujo Couto Brasília/DF 1980
Flávio Farias Rocha Campinas/SP 1981
Luiz Jorge da Gama Wanderley Vitória/ES 1982
Nozomu Makishima Rio de Janeiro/RJ 1983
Vicente Wagner Dias Casali Jaboticabal/SP 1984
Cyro Paulino da Costa Blumenau/SC 1985
Hiroshi Nagai Salvador/BA 1986
Mozart Teixeira Liberal Curitiba/PR 1987
Hiroshi Ikuta Brasília/DF 1988
Juarez José Vanni Müller Belo Horizonte/MG 1991
Delorge Mota da Costa Foz do Iguaçu/PR 1995
Wilson Roberto Maluf Petrolina/PE 1998
Leonardo de Brito Giordano Tubarão/SC 1999
Paulo Tarcísio Della Vecchia Brasília/DF 2001
José Viggiano Uberlândia/MG 2002
Manoel Abílio de Queiroz Recife/PE 2003
Jairo Vidal Vieira Porto Seguro/BA 2007
Rumy Goto Maringá,PR 2008
Edinardo Ferraz Guarapari,ES 2010
Luiz Gomes Correia Viçosa,MG 2011
Paulo César Tavares de Melo Salvador,BA 2012
Paulo Eduardo de Melo Palmas,TO 2014
Arlete Marchi Tavares de Melo Recife,PE 2016

Regulamento - Prêmio Marcílio de Souza Dias

Prêmio ABH

Há outra premiação, denominada "Prêmio ABH", para trabalhos de pesquisas aprovados por Comissões Especiais.

É um Certificado e/ou Troféu de Mérito que é conferido ao técnico filiado à Associação Brasileira de Horticultura, que desenvolveu trabalho considerado de relevância e de reconhecida contribuição científica ) na área de horticultura, sendo a premiação em duas categorias: Hortaliças e Medicinais e Aromáticas.

Foram agraciados com o prêmio ABH:

Paulo Donato Castellane Curitiba/PR 1987
João Eustáquio Cabral de Miranda Brasília/DF 1988
Paulo César Tavares de Melo Recife/PE 1989
Walter Siqueira Filho Campo Grande/MS 1990
Simone da Costa Melo Belo Horizonte/MG 1991
Paulo Eduardo Melo Brasília/DF 1993
Hiroshi Nagai Águas de São Pedro/SP 1994
Danilo Fernandes da Silva Filho Foz do Iguaçu/PR 1995
Luciana Veiga Barbosa Rio de Janeiro/RJ 1996
Ernani Clarete da Silva Petrolina/PE 1998
Maria Luiza de Araújo Tubarão/SC 1999
Luiz Antonio Augusto Gomes São Pedro/SP 2000
Jacimar Luis de Souza Brasília/DF 2001
Gilmar Paulo Henz Uberlândia/MG 2002
Francisco Célio Maia Chaves Recife/PE 2003
Ana Valéria de Souza Campo Grande/MS 2004
Luis Felipe Villani Purquerio Maringá,PR 2008
Jacimar Luis de Souza Águas de Lindóia/SP 2009
Cristina Bambozzi Marchesan Guarapari,ES 2010
Elizanilda Ramalho do Rego (Hortaliças) Viçosa,MG 2011
Roberto de Albuquerque Melo (Medicinais e Aromáticas) Viçosa,MG 2011

Delegacias da ABH

A ABH tem Delegados Estaduais e em diversos Países como: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha, Honduras, México, Paraguay, Peru, Portugal e Uruguay. Os delegados representam a Associação nos seus respectivos Estados e Países e devem ser procurados para todas as matérias relacionadas com a ABH.

OS SÓCIOS FUNDADORES

Homenageados pelo XXXI Congresso Brasileiro de Olericultura, com Diplomas Especiais e Troféus de hematita mineira, são sócios fundadores da ABH:

Agripino Abranches Viana, Alfredo Arruda Branco, Álvaro Augusto Pantoja Pimentel, Antonio Guido Rolla, Arlindo da Costa Lima, Delorge Mota da Costa, Conradi Antonio Campacci, Diógenes Cabral do Vale, Ferdinando Galli, Flávio Augusto D´Araujo, Flávio Farias da Rocha, Geraldo Martins Chaves, Hasime Tokeshi, Homer Theodore Erikson, Humberto Campos*, José de Alencar, José Rodolfo Torres, Jurema Soares Aroeira, Luiz Jorge da Gama Wanderley, Luiz Otávio Carneiro de Rezende, Marcílio de Souza Diaas*, Miracy Garcia Rodrigues, Mozart Teixeira Liberal*, Nozomu Makishima*, Otto Andersen, Pedro Jorge Bezerra F. Lima*, Pier Carlo Antonio Bianchi, Ramiro Arzabe Antezuma Gonzales, Salim Simão*, Sérgio Mário Regina* e Waldemar Santiago.

* Nomes inclusos segundo aprovação na Ata da XXXII Assembléia Geral da ABH.

OS PRESIDENTES DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE HORTICULTURA E RESPECTIVAS GESTÕES

PERÍODO PRESIDENTE
24/07/61 a 28/07/62 Diógenes Cabral do Vale
28/07/62 a 10/07/63 Salim Simão
10/07/63 a 22/07/64 Flávio Farias Rocha
22/07/64 a 15/07/65 Luiz Jorge da Gama Wanderley
15/07/65 a 19/07/66 Benedito Pedro Bastos Cruz
19/07/66 a 12/07/67 Charles Frederick Robbs
12/07/67 a 07/68 Marcos Tasso Miranda
07/68 a 23/07/69 Fernando Antonio Reis Filgueira
23/07/69 a 15/0/70 Flávio Augusto D´Araujo Couto
15/07/70 a 13/07/71 Marcílio de Souza Dias
13/07/71 a 16/07/72 Pedro Jorge B. F. Lima
16/07/72 a 20/07/77 Nozomu Makishima
20/07/77 a 22/07/82 Nozomu Makishima
22.07.82 a 16.07.87 Juarez José Vanni Müller
16/07/87 a 19/07/90 Juarez José Vanni Müller
19/07/90 a 19/07/93 Rodolfo Harry Steindorf
19/07/93 a 24/07/96 Rodolfo Harry Steindorf
24.07.96 a 22.07.99 Nilton Rocha Leal
22/07/1999 a 31/07/2002 Rumy Goto
31/07/2002 a 12/08/2005 Rumy Goto
12/08/2005 a 2008 Paulo César Tavares de Melo
01/08/2008 a 2011 Paulo César Tavares de Melo
28/07/2011 a 2014 Tiyoko Nair Hojo Rebouças
31/07/2014 a 2018 Tiyoko Nair Hojo Rebouças

OS CONGRESSOS ANUAIS E SEUS RESPECTIVOS PRESIDENTES

PERÍODO CBO PRESIDENTE LOCAL
1961 Flávio Augusto D´Araujo Couto Viçosa - MG
1962 Diógenes Cabral do Vale Fortaleza - CE
1963 Salim Simão Piracicaba - SP
1964 Flávio Farias Rocha Pelotas - RS
1965 Luiz Jorge da Gama Wanderley Recife - PE
1966 Benedito Pedro Bastos Cruz Campinas - SP
1967 Charles Frederick Robbs Itaguaí - RJ
1968 Marcos Tasso Miranda Curitiba - PR
1969 Fernando Antonio Reis Filgueira Goiânia - GO
1970 10º Flávio Augusto D´Araujo Couto Viçosa - MG
1971 11º Marcílio de Souza Dias Piracicaba - SP
1972 12º Pedro Jorge Bezerra F. Lima Fortaleza - CE
1973 13º Marcelo Targa de Araújo Brasília - DF
1974 14º Antônio Carlos Guedes Santa Maria - RS
1975 15º Toshiaki Kimoto Botucatu - SP
1976 16º Simon Suhwen Cheng Lavras - MG
1977 17º Rafael Augusto da Costa Chaves Juazeiro - BA
1978 18º Otto Soares de Araújo Mossoró - RN
1979 19º Juarez José Vanni Müller Florianópolis - SC
1980 20º Flávio Augusto D´Araujo Couto Brasília - DF
1981 21º Nozomu Makishima Campinas - SP
1982 22º José Barros Fernandes Vitória - ES
1983 23º Alberto Leandro Pereira Rio de Janeiro - RJ
1984 24º Manuel G. C. C. Masca Jaboticabal - SP
1985 25º Alcides N. Peixoto Blumenau - SC
1986 26º Alirio V. X. dos Santos Salvador - BA
1987 27º Carlos Alberto Scotti Curitiba - PR
1988 28º Antônio Carlos Guedes Brasília - DF
1989 29º Luiz Jorge da Gama Wanderley Recife - PE
1990 30º Maria do Carmo V. de Heredia Campo Grande - MS
1991 31º Luiz Gomes Correia Belo Horizonte - MG
1992 32º Jodemir Antonio Pires Freitas Aracajú - SE
1993 33º Nozomu Makishima Brasília - DF
1994 34º Rumy Goto Águas de São Pedro - SP
1995 35º Carlos Alberto Scotti Foz do Iguaçu - PR
1996 36º Nilton Rocha Leal Rio de Janeiro - RJ
1997 37º Hiroshi Noda Manaus - AM
1998 38º Manoel Abílio de Queiroz Petrolina - PE
1999 39º José Carlos Castanheira Pedroza Tubarão - SC
2000 40º Arlete Marchi Tavares de Melo São Pedro - SP
2001 41º Ruy Rezende Fontes Brasília - DF
2002 42º José Magno Queiroz Luz Uberlândia - MG
2003 43º Dimas Menezes Recife - PE
2004 44º Olita Salati Stangarlin Campo Grande - MS
2005 45º Fernando Antonio Souza de Aragão Fortaleza - CE
2006 46º Manuel G. C. Churata-Masca Goiânia - GO
2007 47º Tiyoko Nair Hojo Rebouças Porto Seguro - BA
2008 48º José Usan Torres Brandão Filho Maringá - PR
2009 49º Sebastião Wilson Tivelli Águas de Lindóia - SP
2010 50º Carlos Alberto Simões do Carmo Guarapari - ES
2011 51º Derly José Henriques da Silva Viçosa - MG
2012 52º Tiyoko Nair Hojo rebouças Salvador - BA
2014 53º Valéria Gomes Momenté Palmas - TO
2016 54º Roberto de Albuquerque Melo Recife - PE

Indique para um amigo  Imprimir  Galeria de Fotos

Voltar para a página anterior
 
VENDA
Fertilizante Orgânico Composto Classe A

 


 









69 usuários on-line

82939 visitas

Desde 7/2005


Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.