Associação Brasileira de Horticultura | Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



Categoria:
ABH INFORMA » Balanço do 46º Congresso Brasileiro de Olericultura



O 46º Congresso Brasileiro de Olericultura (46º CBO) foi realizado no período de 30 de julho a 04 de agosto passado no Centro de Convenções de Goiânia (GO). O evento, promovido pela Associação Brasileira de Horticultura (ABH), Universidade Federal de Goiás e Embrapa Hortaliças, reuniu técnicos, estudantes e profissionais das áreas de olericultura, plantas medicinais, condimentares e aromáticas.

Em seu discurso na solenidade de abertura do congresso o presidente da ABH Paulo César Tavares de Melo discorreu acerca das mudanças que ocorreram no agronegócio de hortaliças no estado de Goiás desde a realização do 9º CBO há 37 anos naquela capital. O estado de Goiás ostenta hoje a posição de uma das mais importantes fronteiras de produção de hortaliças do país com destaque para a produção de tomate industrial e a expansão do cultivo de cebola, batata, melancia, entre outras. Enfatizou, ainda, a geração de renda e empregos proporcionada pelo setor de produção de hortaliças e a inclusão social pela significativa participação da produção familiar de hortaliças no estado de Goiás.

Na abertura foi entregue o Prêmio ABH 2006, nas categorias "Hortaliças" e "Plantas Medicinais e Aromáticas", a Fernando César Sala e José Abramo Marquese, respectivamente.

Nesta solenidade, foram homenageados Fernando Antônio Reis Filgueira, presidente de honra do 46º CBO, e Peter Ernest Sonnemberg, professor aposentado da UFG. "Esse evento constitui um importante encontro de gerações", disse o presidente da ABH Paulo César Tavares de Melo. "No tempo de faculdade em Areia, PB, me iniciei na olericultura estudando em seu livro e acho que todas as escolas de agronomia do país adotam até hoje o seu Manual de Olericultura", completou emocionado o presidente da ABH. Outro homenageado foi o professor Peter Ernest Sonnemberg que dedicou toda a sua vida ao ensino da Olericultura no estado de Goiás.

O tema do evento "Diversificação e Industrialização da Horticultura...", segundo o professor Manuel Gabino Churata Masca, presidente do 46º CBO, "... relaciona-se diretamente com a necessidade da diversificação produtiva do cerrado goiano". Completou dizendo que, "... na época atual, com a crise que atravessa o mercado de soja, o produtor precisa buscar alternativas de cultivo como solução".

A solenidade foi concluída com a conferência "A conquista do cerrado com a horticultura" proferida pelo magnífico reitor da UFG, Edward Madureira Brasil. O professor Madureira enfatizou que "... a produtividade brasileira está entre as três melhores do mundo e que, além do preço competitivo, a extensão das áreas contribui para que, em breve, nos consagremos como o maior produtor mundial de alimentos".

Participaram da solenidade de abertura do 46º CBO diversas autoridades ligadas ao agronegócio goiano e o chefe geral da Embrapa Hortaliças Dr. José Amauri Buso.

O congresso recebeu mais de 800 inscrições de trabalhos resultantes da pesquisa e extensão nas diversas subáreas da horticultura. Desses trabalhos, 60 foram selecionados para apresentação oral. Foram realizadas 14 mesas-redondas e 12 palestras, sobre temas de grande interesse para todos os segmentos da ciência da olericultura e das plantas medicinais.

Ainda dentro da programação do evento, foram realizados com sucesso o VI Curso de Tecnologia de Produção de Sementes de Hortaliças e o "Dia do Produtor", além de diversos minicursos e excursões técnicas. Ocorreram, também, reuniões de grupo setoriais (ensino, pesquisa e extensão), de grupos de trabalho (agricultura orgânica, plantas medicinais aromáticas e condimentares, proteção de cultivares e plasticultura) e de delegados estaduais e internacionais, além de mesa redonda sobre a história da olericultura no Brasil, incluindo a comemoração dos 25 anos da Embrapa Hortaliças. A ABH homenageou essa instituição com um Diploma de Honra ao Mérito pelas suas contribuições ao desenvolvimento da olericultura nacional.

Participaram do 46º CBO representantes de quase todos os estados do Brasil e de países do Cone Sul.

O 46º CBO atingiu plenamente os objetivos propostos permitindo analisar o desenvolvimento de todas as vertentes da olericultura tropical e subtropical. No evento foram debatidas alternativas inovadoras de cultivo de hortaliças, incluindo seu potencial para industrialização. Foram abordadas, ainda, as possibilidades de cultivo e uso de espécies oleráceas, muitas delas tradicionais ou globalizadas, mas de conhecimento restrito. O cultivo de hortaliças em sistemas orgânicos, assim como plantas aromático-medicinais foram, também, destaque no congresso. A troca de experiências e a documentação gerada durante o evento serão de valor inestimável para pesquisadores, técnicos em desenvolvimento, tomadores de decisões governamentais, profissionais da iniciativa privada e outros que estejam trabalhando para superar os desafios representados pelo desenvolvimento da ciência da olericultura brasileira.

Na Assembléia Geral da ABH foi aprovado que o 47º CBO será realizado, no início de agosto de 2007, no Centro de Convenções de Porto Seguro, Bahia. A presidente do congresso é a professora Tiyoko Nair Hojo Rebouças, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Brevemente serão divulgadas maiores informações no site da ABH.



Data de Publicação: 30/08/2006   Fonte: ABH - Associação Bras. de Horticultura

Indique para um amigo  Imprimir  Enviar comentário  Galeria de Fotos

Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.