Associação Brasileira de Horticultura | Domingo, 21 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



Categoria:
ABH INFORMA » Nota de Pesar - Marilene Leão Alves Bovi

Marilene Leão Alves Bovi (1948 - 2006)

A Diretoria da Associação Brasileira de Horticultura (ABH) cumpre o doloroso dever de comunicar, com profundo pesar, o falecimento da associada Marilene Leão Alves Bovi, 58 anos, vitimada no trágico acidente do vôo GOL 1907 que chocou-se com outra aeronave na rota de Manaus a Brasília, na tarde da última sexta-feira, 29 de setembro. Ela residia em Campinas, SP, e era casada há 32 anos com o também pesquisador do IAC, Odair Alves Bovi e deixa dois filhos. Marilene foi a Manaus para participar de uma banca acadêmica.

Marilene Leão Alves Bovi era pesquisadora científica nível VI, do Instituto Agronômico de Campinas, no Centro de Horticultura, em Campinas, SP. Formou-se em engenharia agronômica pela ESALQ/USP, em 1972, tinha PhD em Agronomia, com ênfase em Melhoramento Genético de Plantas, pela Florida University, Gainesville, Flórida - USA (1982). Atuava na área de melhoramento genético e fitotecnia de palmeiras produtoras de palmito. Publicou 75 artigos em periódicos especializados e 159 trabalhos em anais de eventos. Possui 4 livros publicados, 18 capítulos de livros, além de 27 itens de produção técnica. Participou de 30 eventos no Brasil e exterior.

Orientou quatro dissertações de mestrado e uma tese de doutorado e co-orientou duas teses de doutorado, além de ter orientado um trabalho de conclusão de curso na área de agronomia. Recebeu seis prêmios e/ou homenagens. Entre 1998 e 2002 coordenou seis projetos de pesquisa, dois deles financiados. Atualmente, participava de sete projetos de pesquisa, coordenando seis deles. Atuou na área de genética, com ênfase em genética vegetal. Em suas atividades profissionais interagiu com 146 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos. Em seu currículo Lattes, os termos mais freqüentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: palmito, euterpe, Bactris gasipaes, pupunheira, cultivo, crescimento, sementes, germinação, melhoramento genético e colheita. Era Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq (Nível 2).

Foi uma grande incentivadora da criação do Curso Pós-Graduação em Agricultura Tropical e Subtropical, do IAC, ao qual vinha se dedicando com afinco desde o início, em 1999. Por sua competência, era representante da PG-IAC na CAPES.

A Dra. Marilene Bovi foi uma cientista de reconhecida competência em sua área de atuação e sempre teve uma participação destaca no âmbito da ABH, participando ativamente dos CBO´s e, atualmente, era uma das editoras científicas da Revista Horticultura Brasileira. Apesar de cientista renomada, destacava-se pela discrição, simplicidade e pelo zelo familiar.
Nesse momento de dor e perda, em nome dos sócios, a ABH expressa sua solidariedade aos familiares e amigos de Marilene.

Data de Publicação: 03/10/2006   Fonte: ABH

Indique para um amigo  Imprimir  Enviar comentário 

Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.