Associação Brasileira de Horticultura | Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



Categoria:
ABH INFORMA » É com Profundo Pesar que Comunicamos o Falecimento do Dr. Osmar Alves Carrijo

  
  
É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do Dr. Osmar Alves Carrijo, Brasília, DF, domingo passado, 12 de dezembro de 2010. O colega Osmar teve uma ativa participação na SOB/ABH e fez parte da diretoria da associação no período 1999 a 2005.

A diretoria da ABH, em nome de todos os seus associados, expressa sinceras condolências aos familiares do saudoso colega.

Leia a seguir texto sobre Osmar Alves Carrijo

OSMAR ALVES CARRIJO: PARTE UM GRANDE NOME DO MUNDO DAS HORTALIÇAS

Paulo Eduardo de Melo, Geni Litvin Villas Boas, Ronessa Bartolomeu de Souza*

No último domingo, 12 de dezembro, nosso grande amigo, Osmar Alves Carrijo, aos 61 anos, sofreu um infarto fulminante, do qual não conseguiu se recuperar. Osmar era agrônomo, formado pela Universidade de Brasília (1976), com mestrado em Irrigação e Drenagem (ESALQ, 1980), doutorado em Solos e Irrigação, (Oregon State University, 1988) e pos-doc em Manejo e Tratos Culturais (Florida State University, 1998). Pesquisador da Embrapa Hortaliças desde 1976 até 2007, quando se aposentou. Osmar era ainda professor associado na Universidade de Brasília, onde atuava junto à pós-graduação.

Como pesquisador, até mesmo pela sua origem e vínculos com o setor rural, que não só fez questão de manter, mas pelos quais sempre teve profundo orgulho, Osmar sempre optou pelas linhas de pesquisa e formas de atuação mais aplicadas, mais próximas aos agricultores e à transferência de tecnologia. Ainda assim, participou ativamente da vida científica da olericultura, tomando parte em congressos, reuniões e eventos e publicando livros e trabalhos. Cabe muito justamente ressaltar que seus trabalhos “Fibra da casca do coco verde como substrato agrícola” (Horticultura Brasileira 20: 533-535, 2002) e “Produtividade do tomateiro em diferentes substratos e modelos de casas de vegetação (Horticultura Brasileira 22: 5-9 2004) são, entre os artigos publicados em Horticultura Brasileira, respectivamente o segundo e nono mais requisitados na base SCIElo (www.scielo.br/hb, visitado em 14 de dezembro de 2010).

Além da competência científica, Osmar sempre demonstrou habilidade no trato com as pessoas, fruto da sua conduta extremamente ética e franca, que sempre inspirou confiança, mas também conciliadora e avessa ao confronto. Assim, com grande habilidade e livre trânsito entre os colegas, Osmar exerceu, por diversas vezes funções de gestão na Embrapa Hortaliças, tanto como Chefe Administrativo (de 1989 a 1990 e de 2003 a 2007), quanto como Chefe de Pesquisa e Desenvolvimento (de 1990 a 1991) e, também, Chefe Geral (1991-1993). Na ABH, além de associado com ativa participação, Osmar pertenceu à diretoria nas duas gestões da Profª Rumy Goto.

Osmar deixa a esposa, Dinália, três filhos e dois netos. Ao nosso amigo, dedicamos nosso respeito, nossa saudade e nosso profundo agradecimento por tudo, e não foi pouco, que com ele e dele pudemos aprender.

*Pesquisadores da Embrapa Hortaliças, Brasília, DF

Data de Publicação: 15/12/2010   

Indique para um amigo  Imprimir  Enviar comentário 

Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.