Associação Brasileira de Horticultura | Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018  
 
 
 
 



SOCIAL » Delícia de Bebida

O cultivo da batata-doce é uma das principais fontes de renda dos agricultores de São Vicente do Sul, no Rio Grande do Sul. E é de lá que vem uma deliciosa receita de licor feito com essa raiz.

A família Lutz produz batata-doce há mais de 60 anos. O agricultor Rodolfo Lutz aprendeu a cultivar o produto com o pai. “Eu uso a batata para comer, para engordar um pouco, dou para as galinhas se entreterem e até para as vacas. Também vendo” – contou.

Em São Vicente do Sul a batata serve de matéria-prima para uma série de quitutes, como docinhos, compota e licor. Dona Didinha mostrou como se faz um delicioso licor de batata-doce. Para a receita são necessários dois quilos de batata-doce, dois litros de água, seiscentos mililitros de cachaça, oitocentos gramas de açúcar, duas colheres de sopa de cravo e uma colher de sopa de canela.

Primeiro pique a batata e coloque para ferver na água por cerca de 20 minutos, mas não pode deixar cozinhar demais. Depois retire os pedaços de batata e leve o líquido novamente ao fogo. Junte a canela, o cravo e o açúcar. Sempre mexendo, deixe ferver por mais 20 minutos, até adquirir uma consistência de calda. Tire o líquido do fogo e só acrescente a cachaça depois que estiver bem frio. Então, o licor deve ser filtrado e engarrafado. Há um segredo para melhorar o sabor e a aparência da bebida. Deixe por cerca de dez a 20 dias em um lugar.

Depois de tanto trabalho e de 20 dias de espera, é hora de descansar e aproveitar o famoso licor da dona Didinha. É muito bom.

Data de Publicação: 11/08/2005   Fonte: Programa Globo Rural

Indique para um amigo  Imprimir  Enviar comentário 

Voltar para a página anterior
Associação Brasileira de Horticultura 1999-2012. Todos os direitos reservados.